16 de jun de 2013

A tal ditadura de 2013

Por um momento, fica difícil acreditar e assimilar tudo que estamos “vivenciando”, ainda que indiretamente. Há alguns dias, foi anunciado o aumento do preço da passagem do transporte público em São Paulo e essa foi a deixa pra milhares de pessoas protestarem. Milhares de pessoas que possuem o direito de protestarem pelo que bem entenderem, diga-se de passagem. Uns dias atrás era só sobre isso. Hoje, é sobre quase tudo. É sobre a repressão, supervalorização de profissionais, uso incorreto de armas que podem ser letais, visão perdida, desrespeito aos jornalistas e profissionais do ramo e uma máfia (des)organizada da mídia. Mídia essa, que poderia ser tão mais útil, se utilizada de forma correta. Faz tempo que deixou de ser pelos 20 centavos e passou a ser pelo direito de cada um. Não adianta vaiar presidente porque não houve um pronunciamento. Ou então fazer campanha pros turistas não chegarem ao Brasil. Muito pelo contrário. Deixa vir, deixa ver o país virado do avesso, deixa. Me emocionei diversas vezes lendo relatos de quem estava lá, viu, viveu e sentiu. Me emocionei porque tem que ter muita coragem e ousadia pra sair desse mundo virtual aonde tudo torna-se alvo de críticas sem embasamento e ir bater de frente com quem, até então, deveria ser nosso amigo. Ouvir palavras de indignação de quem já viveu a ditadura de 64 não é algo que devemos simplesmente deixar passar em branco.



Essa ditadura de 2013 já rendeu matérias internacionais. Protestos internacionais. Quando atearam fogo em milhares de carros na França, era protesto. Aqui, ao levantar uma flor e pedir paz, é vandalismo. É baderneiro. É vagabundo. Se meia dúzia destruiu um monumento, isso não dá o aval para achar que os outros 20 mil manifestantes fizeram e irão fazer o mesmo. Principalmente aqueles que imploraram, incansavelmente, por paz. E mesmo que tentemos permanecer na imparcialidade da equidistância, nunca conseguiremos. Nem eu, nem ninguém que está acompanhando essa pseudo-ditadura, aonde os policiais acham que mandam no país e tentam calar, em parceria com a mídia, a voz do povo. Nem Copa das Confederações, nem Copa do Mundo, nada vai ofuscar os protestos. Nada vai silenciar aquele que luta por seu direito. Nem uma matéria nomeada “Vândalos deixam São Paulo destruída” vai fazer a mente daquele que tem acesso à internet e não aceita nem por um momento que presenciemos uma ditadura em pleno século XXI. O povo acordou, o gigante acordou, o filho não fugiu à luta. E que a polícia evite ataques, ao invés de atacar.




Entre outras mil, és tu, Brasil. Mas, por favor, continue acordado.


3 comentários:

  1. eu acho bel que isso devia ter acontecido bem antes dos corruptos pegarem nosso dinheiro e construírem estádios. Nada contra o futebol mais gastar bilhões e depois sair aumentando preço de comida, passagem, contas etc... ja e muita palhaçada... aumentar salario que bom mesmo nada.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Já suspeitava que teria indignação no momento em que diminuíram a conta de luz... Sabia que iria aumentar em algum lugar, e foi na gasolina. Depois vieram outros abusos que nos afetam diretamente: saúde, alimentação, lazer, educação. A Copa e 20 centavos foram apenas estopins, isso já devia ter acontecido antes mesmo de ter copa. Antes eu era a favor da copa pois eu acreditava que traria um pouco de desenvolvimento, mesmo que fosse na área de turismo, mas com o passar do tempo eu vi que as outras áreas estão GRITANDO por reformas. São prioridades e direitos nossos, antes eu pensava que só por ter algum desenvolvimento já estava bom, mas não é bem assim que deve ser... Estou muito feliz com o que tem acontecido no Brasil, o povo mostrou que quer mudanças e é já! Espero que isso não passe em branco, que aconteça alguma mudança realmente. Sei que o passo mais árduo a gente já deu, que foi o de sair da inércia. Estou assustada e contente com tudo isso, espero que a verdade e a mudança venham e sejam esfregadas na cara dos incrédulos, pois já estou cansada de viver em um lugar onde diversas pessoas só reclamam e nada fazem.

    ResponderExcluir

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team
alt="Posts Relacionados"/>