16 de jun de 2014

Psicose, de Robert Bloch


Edição: 1 | Editora: DarkSide® Books | ISBN: 9788566636154 | Ano: 2013 | Páginas: 240




Tá aí um livro que eu só li depois de ver o filme. Uma parte de mim se arrepende, mas por outro lado, fiquei satisfeita pela jogada de marketing maravilhosa que Hitchcock teve para a estreia do filme - mesmo com um investimento tão consideravelmente baixo.

Compre o livro no Book Depository ou na Livraria Cultura!


Robert Bloch não é lá um dos melhores escritores que já li, mas preciso comentar a respeito da genialidade do personagem Norman Bates, criado por ele. Quando passamos a conhecer melhor o ponto de vista de Norman, a história passa a ter outro sentido pra nós. Conhecemos, ainda que supostamente, a mentalidade de um serial killer. O livro é bem morno no início, visto que Marion (ou Mary) é uma forasteira que rouba o dinheiro de seu (até então) chefe e decide fugir para encontro de seu namorado. Durante a viagem e aquele combo clichêzinho de chuva + tempestade + letreiro chamativo, ela vai parar no motel que Norman administra junto de sua mãe, o Bates Motel. Mãe essa, devo confessar, que está sempre (oni)presente em cada passo que Norman dá.




Após um papo e de ter adquirido um pouco de intimidade com Mary, Norman conta das loucuras de sua mãe e seus problemas com a possessividade e obsessão maternal sob ele. Mary chegou sem pedir licença, quebrando fervorosamente a tediosa rotina de Norman e deixando o silencioso motel, agitado. Mal sabia ela que a noite que aparentava ser tranquila para botar seu sono em dia, se tornaria uma boa história de horror para encher os olhos - e a mente - do leitor. 




É preciso pontuar que Norman se encontrava tão pressionado por sua mãe, Norma, que ele mesmo duvidava que poderia ser ofensivo, independente ou até mesmo viver sem ela. Toda construção de suas atitudes são baseadas nela, sem contar o famoso santuário que Norman tem para homenagear (CREEPY? NEM UM POUCO) sua mãe. Noite vai, noite vem, após a famosa cena do chuveiro - e se você não sabe do que eu estou falando, sugiro que saia de baixo da pedra que você vive, com todo o amor do mundo - a história vira um misto de investigação e tentativas (um tanto quanto falhas) de compreensão ao pensamento peculiar de Norman. Claramente notamos algo errado nele, mas isso eu não tenho coragem de comentar mais a fundo e convido vocês a se juntarem aos milhares de admiradores da história e entenderem o porquê de essa trama ter se tornado mundialmente reconhecida, sendo considerada a melhor história de suspense de todos os tempos!




Você vai se surpreender, se indignar, se sentir na obrigação de finalizar a leitura e querer mandar uma carta pro autor perguntando: "COMO ASSIM, CARA?" - fato. Méritos à editora DarkSide por mais uma edição incrível e de um clássico tão incrível quanto. 
E pra terminar, fica aqui a dica: pra quem não sabe, o personagem Norman Bates foi inspirado num famoso (e louco) serial killer americano chamado Ed Gein. Vale a pena pesquisar mais sobre ele e eu aconselho que pesquisem em um dos meus blogs favoritos, o Aprendiz Verde (clique aqui e seja redirecionado para a tag do Ed Gein). 











"E, nesse momento, eu nem consigo odiar Bates pelo que fez. Ele deve ter sofrido mais do que qualquer um de nós. De certa maneira, eu quase posso entender. Nós não somos tão lúcidos como fingimos ser."

3 comentários:

  1. http://omundodetami.blogspot.com.br GENTE POR FAVOR DEEM UMA OLHADINHA NO MEU BLOG :) BEIJO BEL TE ADORO! ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bel!
    Esse livro faz parte de um projeto que eu tenho, a longuíssimo prazo, de ler o livro e ver o filme em seguida. Nunca li Psicose e nem assisti o filme, estou louca pra ler e tô apaixonada por essa edição!
    Corro de resenhas dele porque morro de medo de pegar um spoiler do final, que sempre dizem que é de explodir a mente. Que bom que pude ler a sua sem medo! Só que agora estou mais curiosa ainda pra ler, ai meu Deus! Hahaha.
    Espero ler ainda esse ano, tenho altas expectativas!
    Beijos,

    Mari Pacheco
    Livros & Nerds

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu simplesmente adoro este livro. Eu já sabia do final, já conhecia a história, mas o livro conseguiu me surpreender mesmo assim. O personagem Norman é incrível, um dos melhores do gênero. Adorei a sua resenha =D
    http://refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team
alt="Posts Relacionados"/>